João de Macedo é o 1º surfista português a deixar na Surfer Wall do Forte de S. Miguel Arcanjo uma das pranchas que tem usado na Praia do Norte “um centro de treino incontornável”, como a classifica.

“A Praia do Norte muda as pessoas. É um lugar intenso”, disse o surfista no dia em que entregou uma das suas pranchas de remada ao espaço museológico criado pela Câmara Municipal na sala do paiol, no Forte de S. Miguel Arcanjo.

“É uma honra estar aqui, entre grandes nomes de surfistas que dedicaram tanto tempo e trabalho à Praia do Norte e saber que contribui, de alguma forma para a sua afirmação. A prancha faz parte do desenvolvimento moderno desta praia, como de tantas outras no mundo”.

Profissional desde 1993, João de Macedo competiu em circuitos nacionais e europeus, representando a seleção nacional portuguesa como júnior em 1994 e 1995. Realizou o sonho de competir internacionalmente em Pipeline, no Havai, em 2001.

É licenciado em Economia pela Universidade Nova de Lisboa, e tem o curso oficial da Australian Surfing Federation. Com estas formações, iniciou um projeto empresarial do qual ainda hoje faz parte, a Portugal Surf Academia. Foi treinador Nacional de Seleção Portuguesa de Surf, em 2002, ano em que a seleção foi vice-campeã europeia. Neste momento é o único surfista europeu na WSL na competição Big Wave World Tour.

João de Macedo elogia o “projeto português” desenvolvido pela Câmara da Nazaré que colocou a Praia do Norte no mapa mundial do surf.

“Convidando um estrangeiro (Garrett McNamara, 2010) para ajudar, com o seu Know How, enriquecido com os ensinamentos práticos dados pela Praia do Norte, encontrou-se, aqui, forma de aproveitar um recurso, proporcionado pelo canhão da Nazaré, que agora é um campo de treinos incontornável, com os melhores a virem para cá, e os portugueses a terem a oportunidade de medirem forças com todos estes elementos. Isso é um grande privilégio”, declarou o surfista.

Para o Presidente da Câmara, Walter Chicharro, o crescimento das ofertas de pranchas por surfistas que treinam nas ondas das Praia do Norte é sinal de “reconhecimento” do projeto do Município e do “contributo das ondas da Nazaré para os desportos de ondas” em Portugal.

“A satisfação é grande por recebermos na Praia do Norte, e na Nazaré, surfistas de todo o mundo”, disse o autarca, referindo-se ao bom acolhimento internacional de um projeto local de divulgação das ondas desta costa, hoje um spot de eleição para os surfistas.

Para melhorar o acolhimento, contribuir para a segurança das equipas, que se deslocam em cada vez maior número para este destino, e “os surfistas terem uma base no Porto, a Câmara Municipal conseguiu, junto com a DOCAPESCA, um armazém no Porto da Nazaré destinado a duas entidades: Mar Sem Fim e Jet Resgate”, anunciou Walter Chicharro.

© S/M/L